Prepare-se para a Black Friday

É comprovado que ano a ano a black friday vem crescendo e sua participação no calendário de compras do brasileiro já é certa.
Pode-se dizer que para mercado digital essa é a data comercial mais aguardada do ano, isso porque só em 2019 o varejo online faturou mais de 3,2 bilhões de reais na Black Friday.

Neste ano,  a Black Friday acontecerá no dia 27 de novembro e a expectativa é alta sobre a lucratividade desta data, ainda mais em um ano atípico como o que estamos vivendo, devido a pandemia de COVID-19.
Com isso, aumenta a necessidade da experiência do cliente ser positiva do início ao fim, portanto a mercadoria deve ser entregue muito bem embalada e sem qualquer avaria para o consumidor.

Investir em bons produtos para o empacotamento e fechamento das embalagens será ainda mais necessário. Confira abaixo os produtos que não podem faltar em seu estoque para que a mercadoria chegue ao seu cliente com a melhor qualidade:

– Para o empacotamento:

– Papel kraft;

– Papelão ondulado;

– Plástico bolha;

– Filme stretch.

– Para o fechamento das embalagens:

– Fitas adesivas;
– Fitas gomadas.

Para que o contato entre o seu cliente e sua marca seja ainda mais estreito, personalise suas fitas com seu logotipo e fixe na mente de seu consumidor.
Faça agora mesmo seu orçamento com a gente e prepare-se para a data que promete ser a mais lucrativa do ano.

 

 

 

Conheça as utilidades da fita Pet

A fita pet é uma maneira correta e barata de promover uma melhor arqueação. 

Devido sua grande capacidade de resistência e de seu fácil manuseio, este material permite que grandes volumes sejam arqueados com segurança. 

Este tipo de fita pode, inclusive, substituir o uso de fitas de aço. Dentre suas características, destacamos as principais vantagens: 

  • Alta resistência ao impacto;
  • Maior durabilidade, inclusive em ambientes externos;
  • Facilidade no manuseio e na redução de riscos de acidentes;
  • Bordas não afiadas, segurança e facilidade na remoção;
  • Excelente força de tensão;
  • Redução no custo de transporte e armazenagem, pois ocupa menos espaço que a fita de aço;
  • Ótimo custo-benefício, economia considerável em relação às fitas de aço.

Utilize fitas pet no seu negócio e sinta a diferença! 

Para solicitar seu orçamento sem compromisso, clique aqui e seja atendido pela Cyclopack.

Conheça três diferentes formas de empacotamento e suas vantagens

Com a pandemia de COVID-19, veio a quarentena, e ela superaqueceu o comércio online, impulsionando as entregas de mercadoria pelo correio.

Segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), em março o Brasil registrou 80.000 novas lojas online, e no mês de abril, houve um aumento de 47% sobre o número de encomendas por e-commerce.

Diante deste grande e contínuo crescimento, cada vez mais é necessário saber como empacotar uma encomenda e também qual o melhor pacote para cada produto. Por isso, veja nossas dicas:

  1.       Embalagem com plástico-bolha.

O plástico-bolha é velho conhecido da maioria das pessoas. Composto por um lado um pouco mais áspero, e outro por onde as bolhas de ar são aparentes, é muito apreciado inclusive para ser apertado em situações estressantes.

Mas o melhor e mais adequado uso deste material é na embalagem de mercadorias. Ideal principalmente para materiais que possam se quebrar durante o transporte, o plástico-bolha permite que vários utensílios de vidro, louça, porcelana e outros materiais frágeis sejam acomodados juntos, de modo a poupar a utilização de várias e diferentes caixas de papelão forradas com jornal.

Para embalar corretamente, mantenha o objeto rente ao plástico, e coloque a parte das bolhas de ar voltadas para a superfície do material a ser embalado. Sele as extremidades, impedindo que o objeto venha a escorregar e cair, e utilize mais de uma camada do plástico-bolha na embalagem, deixando-a bem firme.

  1.       Embalagem com filme stretch.

O filme stretch é conhecido de quem ama cozinhar, já que sua utilidade na cozinha é principalmente a de conservação dos alimentos, mas saiba que na vida comercial e industrial a aplicação do filme é bem similar.

Podendo ser transparente ou opaco, este material oferece segurança ao material embalado, impedindo que ele tenha contato com a água, com o sol, e com outras formas de degeneração natural.

Outra contribuição positiva do stretch é sua proteção contra agentes não naturais, como por exemplo, a ocultação de remessas de valor (com filme opaco), e a proteção contra possíveis contatos com tintas, cimento e outros materiais.

A principal utilização do filme stretch é a embalagem de paletes, pois o filme “firma” a estrutura, contribuindo para que nada se perca durante o processo logístico, além de impedir que insetos e roedores cheguem à carga enquanto estiver estocada.

Para envios separados, utilize-o para embalar caixas de eletrônicos, como celulares e notebooks, embalar caixas de medicamentos, e outros produtos que não possam ser expostos ao sol e à umidade.

  1.       Embalagem com papel Kraft.

O papel kraft é comumente visto em comércios como forma de embrulhos para presente e sacolas. Muito versátil, facilmente se aplica às necessidades de uma casa, comércio ou indústria.

Confeccionado em fibra de celulose, este papel apresenta grande resistência, o que lhe permite embalar materiais pesados sem se romper.

Para embalar com papel kraft, tenha em mãos também uma fita, já que o papel não é autocolante. O papel kraft é vendido em pequenas e enormes quantidades, a depender da necessidade de quem o adquire, o que muito facilita sua aplicação.

Opte pelo kraft quando apenas o stretch ou o plástico-bolha não garantirem ao seu produto a segurança necessária ao transporte. Para que ele seja bem preso, embale o material primeiro em plástico-bolha ou filme stretch, e depois o coloque em uma caixa. Após isso, passe o papel kraft ao redor e forme a embalagem.

Desta forma, sua entrega chegará intacta, garantindo o seu sucesso e a boa avaliação do comprador.

Para adquirir estes e outros materiais de embalagem, entre em contato conosco clicando aqui

A importância das máscaras e descartáveis em meio à pandemia de COVID-19.

Os materiais descartáveis sempre são lembrados em festas, churrascos e outros eventos sociais, mas em 2020, sua presença ganhou outra importância.

Em março a OMS (Organização Mundial de Saúde) confirmou estado de pandemia mundial. O Brasil foi um dos países mais afetados, registrando contínuas altas no número de infectados.

Dentre as principais proteções individuais, a máscara foi a mais lembrada e sugerida ao uso. Por sua capacidade de “filtrar” as partículas trazidas pelo ar, as máscaras se tornaram obrigatórias para circulação de pessoas nas ruas e em ambientes externos à própria casa.

O uso de máscara diminui as chances de contágio por Corona Vírus, já que o tecido (que não pode ser qualquer um) impede a passagem de partículas de determinado tamanho. No caso do Covid-19, a proteção é principalmente quanto às gotículas espalhadas através de espirro, tosse ou suor.

A máscara mais eficaz e recomendada contra as partículas de Corona vírus é o modelo N-95 descartável, composto por 5 camadas de proteção, e altamente utilizado por profissionais da saúde em hospitais.

Além dessa máscara, há máscaras cirúrgicas e máscaras caseiras, confeccionadas em tecido de algodão, com duas camadas de proteção, permitidas de uso pela OMS e também pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Outra mudança trazida em decorrência da pandemia foi a da utilização de materiais de uso coletivo, como copos plásticos ou de vidro, talheres, pratos, bandejas hospitalares e outros.

Para a alimentação e hidratação, é recomendado pela OMS o uso de materiais descartáveis, que sejam transformados em lixo após o préstimo do serviço. Isso acontece porque o vírus se aloja em materiais como plástico, papel e madeira e permanece ali por algumas horas, possibilitando o contágio por mais de uma pessoa, caso haja reutilização.

Assim, os materiais descartáveis ganharam uma nova importância e se mostraram uma alternativa segura no auxílio ao combate do Corona Vírus.

A Cyclopack trabalha desenvolvendo alternativas descartáveis seguras para uso pessoal, comercial e empresarial. Fale com nossa equipe de atendimento clicando aqui e conheça nossos produtos.

Como fazer reciclagem de papelão e papel ondulado

A reciclagem é tradicional no setor papeleiro. As fábricas são abastecidas por uma grande rede de aparistas, cooperativas e outros fornecedores de papel pós-consumo que fazem a triagem, a classificação e o enfardamento do material. A cadeia produtiva que envolve a atividade gera empregos e renda, movimentando a economia.

Vamos conferir um pouco sobre como fazer a reciclagem de papelão e papel ondulado.

Antes, é bom a gente saber que cerca de 85% dos produtos consumidos no mundo utilizam embalagens de papelão. 

A reciclagem do papelão é muito importante para o meio ambiente, já que quando reciclado este resíduo pode ser utilizado na fabricação de novas embalagens, economizando 98 mil litros de água e preservando de 10 a 12 árvores que seriam cortadas para a fabricação de papelão novo.

 

O processo de reciclagem começa com a separação do papelão que será enviado para a coleta seletiva. Este material chegará às cooperativas especializadas em reciclagem que vai separar todos os resíduos recolhidos e encaminhará o papelão reciclável para indústrias de fabricação de papel ou embalagens.

Depois que o papelão é recebido pelas indústrias, ele é colocado em uma espécie de liquidificador gigante, onde será triturado para que as fibras sejam separadas e depois misturadas com água, até virar uma “massa” homogênea que passará pelo processo de centrifugação, em que todas as impurezas serão eliminadas, como areia, grampos, cola, etc.

São realizados alguns processos químicos para retirar tinta e clarear o papelão, além de deixar ele mais rígido. Em seguida esta “massa” é prensada, dando origem a uma nova folha de papelão que será utilizada na fabricação de novas embalagens e papel.

O processo de reciclagem do papel ondulado é semelhante ao do papelão, onde ao chegar à fábrica, o papel é misturado a água e depois colocado numa espécie de grande liquidificador, chamado “Hidrapulper”, este equipamento tritura as aparas formando uma pasta de celulose, depois vai para uma peneira que retém as impurezas como: papel não triturado, arames, plásticos e outros. Em seguida são aplicados compostos químicos tais como: água, soda cáustica para a retirada da tinta. Discos refinadores abrem um pouco mais as fibras de celulose melhorando a ligação entre elas. Uma depuração mais fina é feita usando o equipamento depurador para separar areias existentes na pasta. Finalmente, a pasta é branqueada com composto de cloro ou peróxido seguindo para as máquinas de fabricar papel junto a matérias primas de fontes renováveis como bagaço de cana de açúcar e biomassa vegetal.

 

O papel reciclado pode ser aplicado em chapas de papelão, embalagens de papelão, caixas de papelão, sacolas, bandejas para frutas, papel para impressão, entre outros usos.

Medidas COVID-19

post_facebook

Cyclopack utiliza materiais reciclados no desenvolvimento de seus produtos!

A redução de custos é um dos fatores que tem levado a Cyclopack a utilizar material reciclado na produção de suas mercadorias.
Tanto o negócio quanto o meio ambiente ganham quando a reciclagem é implementada.

As vantagens são inúmeras. A Cyclopack consegue gerar economia nos gastos com matéria-prima, principalmente de materiais não renováveis, e se desenvolver de maneira mais inovadora.

Os menores custos garantem a diminuição dos preços praticados e um consequente ganho de competitividade no mercado, pois amplia as possibilidades de negociação com o cliente, podendo atender aos pedidos de desconto sem prejuízos, satisfazendo seus consumidores.

Isso sem contar a preocupação com o meio ambiente que são mais bem vistas pela sociedade em geral e são mais lembradas na hora das compras. Empresas que reciclam e se preocupam com o meio ambiente são mais bem vistas pela sociedade em geral e são mais lembradas na hora das compras.
A partir dessa preocupação, a Cyclopack passou a direcionar suas atividades para produzir de forma assertiva e consciente.

São diversos os produtos produzidos com matérias reciclados na Cyclopack: fitilhos, papel ondulado, entre outros. O reaproveitamento com a reciclagem do plástico no pós-consumo, por exemplo, diminui impactos relacionados a aspectos ambientais e socioeconômicos.

A conscientização pela reciclagem do plástico e de outros materiais é importante para criar uma demanda por esse tipo de insumo na sociedade e impulsionar sua transformação pelas empresas.

Com uma visibilidade positiva, resultante do comprometimento com o futuro do planeta, o mercado reage de forma inclusiva e os clientes aumentam a aceitabilidade do produto, reconhecendo seus valores como fator determinante no seu processo de escolha e evidenciando uma maior vantagem competitiva para a empresa.

 

 

Alta na produção de embalagens sinaliza crescimento da indústria!

As fábricas de embalagens tradicionalmente aumentam as vendas nesta época do ano, por conta dos presentes de Natal. Mas, nesse ano de 2019, o aumento foi ainda maior. É um dos sinais de que a produção industrial vem crescendo. Outras fábricas estão encomendando mais caixas, pacotes, para embalar tudo que produzem.

As fábricas de embalagens produziram juntas, pela primeira vez, mais de 334 mil toneladas de caixas, acessórios e chapas de papelão, um aumento de 2,7% em relação ao mesmo mês de 2018. E a Cyclopack acompanha de perto esse crescimento.

O papelão é considerado um dos termômetros da economia. A temperatura subiu e desceu bastante nos últimos anos. Para explicar esse crescimento em 2019, alguns analistas citam as razões para o aumento do consumo, para o consumo de energia residencial e, aí vem na esteira de todo esse processo, o uso de embalagens.

Produção de embalagem em alta: setor é um dos termômetros da economia
Um dos principais termômetros da economia, pois fornece embalagens para vários setores industriais, as fábricas de papelão batem recorde de produção.

Desde a entrada do Brasil na crise mundial, não era possível enxergar a luz no fim do túnel. Mas é o setor de produção de embalagens para a indústria quem tem um pequeno vislumbre e vê o possível caminho para o fim da crise econômica.

Com a queda na produção, comparado ao ano passado, as indústrias de embalagens começam a respirar aliviadas perante o cenário que até então era catastrófico.

Tudo indica que a passagem pelo fundo do poço já foi concluída e os empresários preveem um aumento no consumo do brasileiro.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor mostrou um aumento de horas trabalhadas, um bom indicativo de que tempos novos virão para a indústria.

Mas o setor já registrou quedas como em 2015, quando amargurou um quadro pouco animador. Foram dois anos de crise, 2015 e 2016, mas em 2017 o setor cresceu bastante.

O desempenho do setor é considerado um dos principais termômetros da produção industrial, pois as fábricas encomendam as embalagens de acordo com seus planos de produção. Quanto maior o volume de embalagens vendida, maior é o otimismo dos fabricantes de diversos produtos como alimentos e materiais de higiene pessoal e limpeza.

As vantagens da utilização do Filme Stretch

O filme stretch é o melhor tipo de fechamento de embalagem para mercadorias de estabelecimentos comerciais. Ele garante mais estabilidade e retenção da carga durante o processo de transporte desde o ponto de partida até a estocagem, bem como a proteção de toda a carga ou volume de objetos contra violação, umidade e poeira. Além disso oferece segurança, proteção e limpeza no estoque e no transporte, garantindo que o produto chegue em perfeitas condições ao seu cliente. A utilização de filme stretch é a melhor relação custo benefício se comparado a outros processos existentes. O Filme Stretch é produzido na Cyclopack através da combinação de diversos tipos de polímeros, sendo totalmente reciclável e atóxico. 

Onde utilizar o filme stretch

Por sua alta resistência, o filme stretch é ideal para indústria de materiais frágeis como pisos de cerâmica, indústria de bebidas, papel e celulose, fraldas e na agricultura. Além disso, o filme stretch também pode ser utilizado para uso doméstico.

As vantagens do filme stretch

São inúmeras as vantagens do filme stretch. Confira: Resistência do filme Integridade de embalagem Estabilidade de carga Gestão logística Resistência a intempéries Propriedades para exposição Visibilidade da marca

O processo de fabricação

O filme stretch da Cyclopack é produzido em máquinas coextrusoras planas (cast) com nanotecnologia aplicada, feito com multicamadas em equipamentos de última geração. Sem dúvida um filme com alta resistência mecânica (alongamento), maior elasticidade, alta transparência e brilho elevado. envolvedoras automáticas ou semiautomáticas. As medidas variam de 50 mm, geralmente usados em serviços manuais para proteger médios e pequenos produtos; até 2000 mm, aplicados com máquinas envolvedoras. As multicamadas do filme conferem uma alta resistência à perfuração e rompimento, qualidades requeridas especialmente quando se quer proteger produtos com alto valor agregado. O filme stretch pode ser aplicado manualmente ou com o auxílio de máquinas

Solicite um orçamento de filme stretch da Cyclopack.

Boas embalagens atraem mais clientes

Há muito tempo um grande número de empresas reconhece a importância de uma embalagem atrativa. Bonitas, inovadoras, rústicas e saudosistas, ousadas ou sofisticadas, elas chamam a atenção do consumidor, agregam valor ao produto e ainda ajudam a formular uma imagem para a marca.

O momento em que o cliente recebe sua encomenda é, de fato, seu primeiro encontro com o produto adquirido. Portanto, ele deve evocar sensações agradáveis que façam ele pensar que valeu a pena esperar pela entrega.

A embalagem é uma representante da marca nas mãos do cliente. Ela cria uma disposição mental positiva para receber e apreciar a compra, o que é essencial para agradar e fidelizar o consumidor, reduzindo o custo de aquisição.

Mas para que isso seja de fato um sucesso é necessário que essa embalagem seja transportada com sucesso não é mesmo?

A relação entre o produto e sua embalagem é tão estreita que a exige a realização de um planejamento conjunto, considerando aspectos mercadológicos, de custo e transporte.

Não basta apenas saber acomodar produtos dentro de uma embalagem, é preciso conhecer também toda a sua cadeia de distribuição. Ao desenvolver o projeto de uma embalagem para transporte, temos que lembrar que a embalagem será carregada, armazenada em prateleiras, acomodada em pallets e nos diversos meios de transporte previstos no projeto da distribuição do produto e, muitas vezes, será até exposta nas lojas. Será, ainda, aberta por pessoal não especializado, pode sofrer avarias devido ao manuseio incorreto e o produto pode ser objeto de roubo.

Então já sabemos: O produto tem que chegar intacto ao destino. O custo dessas embalagens tem que ser considerado no projeto do produto. O seu cliente, loja ou distribuidor não aceitará embalagens amassadas ou produtos danificados.

Páginas:«1234»